Artigo

QUANTOS IDOSOS ATINGEM AS RECOMENDAÇÕES DE ATIVIDADE FÍSICA NA CIDADE DE CURITIBA?

SANTOS, Lucas Vitkoski Diogo dos1; COCO, Thamires Gabrielly dos Santos3; SILVA, Alexandre Augusto de Paula da3; CZESTSCHUK, Bruno3; LOPES, Adalberto A. dos Santos3; BECKER, Leonardo Augusto3; HINO, Adriano Akira Ferreira2;

Resumo

Introdução:A prática de atividade física é importante em todas as idades uma vez que diminui os riscos de doenças, aumenta a longevidade e melhora a qualidade de vida. Quando se trata de idosos é ainda mais importante ter uma vida ativa uma vez que neste grupo etário, maior nível de atividade física é associado a maior independência e capacidade funcional.

Objetivo:O objetivo desse estudo foi analisar a quantidade de idosos que atingem a recomendação mínima da prática de atividade física por semana (150 minutos de atividade física moderada ou 75 minutos de atividade física vigorosa).

Metodologia:Participaram do estudo 76 idosos, selecionados em setores censitários da cidade de Curitiba. Os idosos que desejaram participar do estudo responderam a um questionário contendo informações sociodemográficas e utilizaram um acelerômetro, aparelho o qual serviu para medir o quanto de atividade eles praticam durante uma semana. Após coletados, os dados obtidos com os questionários e acelerômetros foram armazenados em um banco de dados e posteriormente analisados no software IBM SPSS. Foram considerados fisicamente ativos os idosos que atingiram as atuais recomendações de atividade física, ou seja, ao menos 150 minutos de atividades moderadas ou 75 minutos de atividades físicas de intensidade vigorosa na semana. Para a análise de dados foi utilizada a estatística descritiva.

Resultados:A quantidade de idosos que atinge o nível recomendado de atividade física corresponde a 47,4% dos participantes do estudo. Quanto a renda familiar e a atividade física, 58,3% dos idosos que tem renda familiar maior do que 4 salários mínimos atingem o nível recomendado de pratica de atividade física. No quesito gênero, entre os participantes do sexo masculino 54,8% atingem a recomendação e entre as participantes do sexo feminino 42,2% praticam o nível recomendado de atividade física. Quando a faixa etária, 71,1% dos idosos entre 60-70 anos atingem a recomendação, já nas faixas etárias de maior idade essa porcentagem diminuiu sendo 29,6% nos idosos entre 71-80 anos e apenas 9,1% nos idosos com 81 anos ou mais.

Conclusões:Conclui-se que menos da metade dos idosos praticam o nível recomendado de atividade física na cidade de Curitiba.

Palavras-chave:Exercício. Atividade Motora. Idoso. Envelhecimento. Acelerometria.

Legendas

    1. Estudante
    2. Orientador
    3. Colaborador