Artigo

TRATAMENTO DE ESGOTO DOMÉSTICO, ESTUDO DE CASO: ILHA DAS PEÇAS, PR

CARVALHO, Joao Roberto Xavier1; MIRANDA, Adriano Augusto De2;

Resumo

Introdução:Segundo o Sistema Nacional de Informação sobre Saneamento (SNIS), referente ao Diagnóstico dos Serviços de Água e Esgotos – 2013. O estado do Paraná possui um índice de atendimento total de água de 91,15%; com um índice de perdas por ligação de 234,85 litros/dia.ligação. Quanto a coleta e tratamento de esgoto, o Índice de atendimento total de esgoto referido aos municípios atendidos com água é de 60,00%; com um índice de tratamento de 98,28%. Conforme o Plano Municipal de Saneamento Básico de Guaraqueçaba, na Ilha das Peças, não existe sistema de tratamento de esgoto. O dimensionamento de um sistema de tratamento de esgoto utilizando biodigestor e filtro biológico, possibilitará uma redução das fontes poluidoras na ilha.

Objetivo:Analisar as características físicas das edificações; Quantificar o volume de esgoto gerado, por edificação; Dimensionar o biodigestor a ser instalado.

Metodologia:A metodologia da pesquisa utilizada foi a revisão bibliográfica e estudo de caso. O sistema de dimensionamento de esgoto para ser considerado eficiente, deve atender as características de lançamento, conforme CONAMA 430/11, onde é possível ler que na Seção II: “§ 2o Os efluentes oriundos de sistemas de tratamento de esgotos sanitários devem atender às condições e padrões específicos definidos na Seção III desta Resolução.” Segundo NBR: 13.969/97, no ítem: 4.4.3.1 – Carga orgânica afluente no reator, “Considerar em cerca de 30% a redução da carga orgânica devido ao tanque séptico. Para esgotos exclusivamente domésticos, considerar uma carga orgânica individual conforme tabela 3...” Na mesma norma, na tabela 1, a utilização de Filtro Biológico, reduz de 40 a 75% a DBO5,20.

Resultados:Analisando os dados, foi possível observar que a utilização de O volume útil do biodigestor e do filtro biológico é de 500 litros por residência unifamiliar com quatro pessoas, considerando um consumo de água de 100 litros/pessoa.dia; coeficiente de retorno de 80%; uma DBO5,20 de contribuição por residência igual a 164,1 mmg/litro; o sistema de tratamento utilizando biodigestor (tanque séptico) e o filtro biológico a DBO5,20 de lançamento em corpo receptor por residência igual a 45,95 mmg/litro; atendendo ao CONAMA 430/11.

Conclusões:O uso de biodigestor (tanque séptico) e filtro biológico no tratamento do esgoto residencial, reduzirá um agente poluidor na ilha, sendo de grande valia a toda a comunidade; complementando a Gestão de Recursos Hídricos e Saneamento Ambiental.

Palavras-chave:Saneamento básico. Tratamento de esgoto. Biodigestor.

Legendas

    1. Estudante
    2. Orientador