Artigo

HISTÓRIAS DE VIDA: SER PROFESSOR

HANDOCHA, Luana Ramos1; RIBEIRO, Alexandra Ferreira Martins3; VIEIRA, Alboni Marisa Dudeque Pianovski2;

Resumo

Introdução:Os professores são profissionais diretamente ligados às responsabilidades em sala de aula, vivenciando a realidade da aprendizagem dos alunos. Esses profissionais, além das influências sofridas no meio profissional, trazem consigo uma história de vida, repleta de experiências e tomadas de decisões que os levaram a sucessos e insucessos e que construíram diariamente a identidade e formação de cada professor. Essa formação é um processo complexo, que envolve a vida fora da escola, podendo passar por períodos de avanços, crises, recuos, mudanças e relativas estabilidades.

Objetivo:Esta pesquisa tem como objetivo analisar os processos de formação de professores, na perspectiva das (auto)biografias, em que se propõe analisar a formação dos professores, investigando as motivações que os levaram a optar pela profissão, conhecendo suas histórias de vida e as experiências educacionais que consideram mais relevantes.

Metodologia:A pesquisa é de caráter bibliográfico, documental e de campo. Para a coleta de dados foi empregada a metodologia da história oral proposta por Verena Alberti (2004), e posteriormente as histórias contadas foram analisadas utilizando-se do conceito de habitus de Pierre Bourdieu (1989). O trabalho contou com a participação de 5 docentes, sendo eles do Colégio TecPuc.

Resultados:Baseando-se na análise dos resultados obtidos, percebeu que a teoria de Bourdieu (1989) tem grau de assertividade elevado, sendo possível identificar o processo de construção das identidades sociais.

Conclusões:Percebeu-se que o conceito do habitus está ligado à formação de professores, sendo possível concluir que não foi uma escolha, e sim a conjugação de diversos fatores de caráter econômico, político e social que os levaram a optar pelo magistério.

Palavras-chave:Habitus. Formação de professores. História oral.

Legendas

    1. Estudante
    2. Orientador
    3. Colaborador