Artigo

UM ESTUDO SOBRE MINERAÇÃO DE DADOS MUSICAIS

GODOY, Syrus Amadeu Destefani de1; CAVILHER, Claudio3; MARTINIANO, Lucas3; JUNIOR, Carlos Nascimento Silla2;

Resumo

Introdução:A pesquisa em questão visa criar um aplicativo ou software que facilitaria muito o ensino e aprendizado na área musical, como alguém que está iniciando aulas de violão, utilizando um sistema de recomendação para o aluno, medindo o nível de aprendizagem e dificuldade. Foi utilizado como base para auxílio da pesquisa os softwares MuseScore 2, MusicXML, ProTools, jSymbolic e Weka, para a extração e comparação de características de partituras como as do livro de métodos de Henrique Pinto como base para futuras partituras a serem comparadas com a mesma, para identificar o nível de dificuldade.

Objetivo:O objetivo da pesquisa é criar um software ou aplicativo que ajude professores e estudantes de música ao ensino e aprendizagem, sendo assim facilitando muitos métodos já conhecidos, usando sistema de recomendação por nível de dificuldade do aluno, e o dando músicas do seu nível de aprendizado ou “maestria”.

Metodologia:O contexto inicial apresentado desta pesquisa seria desenvolver um software ou aplicativo que, em sua função, auxiliaria na didática do aprendizado musical, sendo aluno e professor, ou mesmo um auto-didata que pretende aprender a tocar violão por si próprio. Os métodos usados para chegar até um resultado concreto foi a base de estudos deste projeto, usando desde uma simples partitura, até um software de comparação de características extraídas de um arquivo de áudio. No caso escaneamos partituras dos métodos de Henrique Pinto para violão, que foi escaneado por um colega de equipe, entregado a mim, para correção e utilização do mesmo. A correção foi efetuada no MuseScore 2, um software que usamos para leitura e edição de partituras, pois o mesmo gera arquivos em MusicXML, que é o principal para nos dar a chance de extração de características. O MusicXML (ou MXML) foi bastante utilizado no processo, tanto pela extração de características, quanto pelo formato que é abrangente, a ponto de usarmos no ProTools para o aprendizado da edição de áudio, que nos facilitou a entender como funciona a sonoridade e composição do som. Além disso, o MXML seria a chave para conversão de outros tipos de arquivos, para ser mais compatível como outros softwares, como o jSymbolic, que no caso usa o formato MIDI.

Resultados:Seguindo os passos de todo esse progresso, passando por todo este processo, chegamos a conclusão de que é possível completar este projeto com sucesso; todos os objetivos constados no plano de trabalho foram seguidos de acordo, e o trabalho está finalizado. Os últimos passos seriam mesmo a conclusão do objetivo principal, que seria a criação do software.

Conclusões:O principal intuito de todo este processo apresentado durante todo esse período, é para melhorar o ensino e aprendizado musical, pois como as tecnologias são um atalho na vida moderna, utilizando isto para nossos objetivos, será criado algo que facilite muito o processo de professores e alunos da área musical.

Palavras-chave:Computação musical. MusicXML. Mineração de dados.

Legendas

    1. Estudante
    2. Orientador
    3. Colaborador