Artigo

QUALIDADE FISIOLÓGICA DE SEMENTES DE SOJA DE DIFERENTES REGIÕES DE PRODUÇÃO

LENHARDT, Joao Antonio1; ZANACHI, Leticia Delavalentina3; SCHWERTNER, Matheus Henrique3; SCNEIDER, Cristina Fernanda2;

Resumo

Introdução:A semente é o principal insumo agrícola, sendo que, seu potencial fisiológico pode determinar a produtividade final da cultura, isso devido ao desenvolvimento incial das plantas a campo. O potencial fisiológico das sementes pode ser influenciado pelo local de produção das sementes, bem como, o seu tamanho também pode ser motivo de melhor ou pior desempenho das sementes a campo.

Objetivo:O objetivo do presente estudo foi avaliar o comportamento fisiológico de sementes de soja (Glycine max (L.) Merrill) de diferentes tamanhos, provenientes de diferentes locais de produção.

Metodologia:O experimento foi conduzido na Pontifícia Universidade Católica-PR, campus Toledo. Os testes foram realizados com a cultivar MG-410 (peneiras 5,5 / 6,5) proveniente de Tapera, RS e Abelardo Luz-SC. Foram efetuados os testes de grau de umidade com 4 repetições de 50 gramas, utilizou-se o método de estufa; teste do peso de mil sementes, com 8 repetições de 100 sementes cada; teste de germinação, com 8 repetições de 50 sementes cada, utilizando-se rolos de papel germitest, a avaliação foi realizada aos 8 dias após semeadura, computando-se plântulas normais, anormais e sementes não germinadas; teste de envelhecimento acelerado, as semntes foram mantidas em câmara de envelhecimento a 42 ºC/48 horas e após isso procede-se teste de germinação; e teste de condutividade elétrica utilizando-se 4 repetições de 50 sementes, que foram mantidas por 24 horas em água deionizada. Os dados obtidos foram submetidos a análise de variância e comparados pelo teste de Tukey a 5% de probabilidade, pelo programa sisvar.

Resultados:Comparando as sementes (MG-410) provenientes de Abelardo Luz-SC com as de Tapera, RS, as sementes de Abelardo Luz apresentaram em média 7,3% mais massa que as provenientes de Tapera, RS. No teste de germinação, as sementes de peneira maior expuseram um maior número de sementes não germinadas, já as sementes oriundas de Abelardo Luz denotaram um maior número de sementes normais emergidas. No teste de envelhecimento acelerado, a semente proveniente de Abelardo Luz de 6,5mm apresentou os melhores resultados. No teste de condutividade elétrica, as sementes que apresentaram maior leitura foram as de Abelardo luz e tapera de peneira 6,5.

Conclusões:Diante dos resultados obtidos, é possível afirmar que sementes de peneira 6,5mm apresentam um melhor vigor que as de 5,5 e as sementes oriundas de Abelardo Luz-SC apresentam maior vigor que as de Tapera, RS.

Palavras-chave:Glycine max. Vigor. Viabilidade. Procedências. Tamanho.

Legendas

    1. Estudante
    2. Orientador
    3. Colaborador