Artigo

AVALIAÇÃO DO EFEITO DE ANESTÉSICOS SOBRE O ESTRESSE DE CARPAS CAPIM (CTENOPHARINGODON IDELLA)

AMHOF, Heloisa Paulino1; MADEIRA, Humberto Maciel Franca2;

Resumo

Introdução:A carpa capim (Ctenopharyngodon idella) pertencente à família Cyprinidae é uma espécie de herbívoros utilizada para o controle de plantas aquáticas. Apesar de não possuir a capacidade de digerir celulose presente nas células vegetais, essa função é desempenhada pelas bactérias do trato digestório, facilitando a digestão de frutas, raízes e capim.

Objetivo:estre trabalho tem o objetivo de avaliar o efeito dos anestésicos como: benzocaína 100mg/L, 300mg/L e eugenol 50mg/L, 250mg/L em relação ao estresse da carpa capim (Ctenopharyngodon idella).

Metodologia:72 animais foram acondicionados em 12 unidades experimentais com capacidade de 500 litros de água. Foram alimentados com ração peletizada 28% de proteína bruta e alfafa durante sete dias, após os sete dias sua alimentação foi cessada para que ficassem 4 horas em jejum para a realização do experimento; após a retirada dos alimentos que continham nas caixas da estufa foram diluídas as concentrações de benzocaína com dosagem de 100mg/L pra anestesiar e 300mg/L a qual levaria a carpa a óbito pela alta concentração, eugenol 50mg/L (para anestesiar) e 250mg/L (também fatal), o etanol utilizado para ver se havia alguma influência na diluição do anestésico, o gelo que verificaria qual a resistência do peixe quando colocada a baixas temperaturas e a água denominada controle que verificaria o quanto o animal se estressa quando transportadas de um local a outro. Para auxiliar no projeto foram utilizados sete aquários que continha 25 litros de água do sistema de recirculação com mais a dosagem do anestésico, onde foram depositados os peixes e deixado por 10 minutos, depois de retirado retornava para as caixas da estufa com mais 10 minutos para analisar seu tempo de recuperação.

Resultados:durante os 10 minutos no aquário foi notado que os animais adquiriram cinco estágios de anestesia (citados abaixo), ao colocados em baixa concentração apenas eram totalmente anestesiados, e em altas concentrações minutos depois foram a óbito, e quando colocado o animal no gelo notava se que em baixas temperaturas sofria uma desaceleração em seu metabolismo, mas não se anestesiava.

Conclusões:O resultado da pesquisa revela que os anestésicos citados em baixa concentração são uma forma de estabilizar o animal na hora do transporte com mais facilidade sem que se machuque nem ocorram fatalidades. Quando utilizados os anestésicos em altas concentrações torna se mais eficaz esse animal vir a óbito.

Palavras-chave:Carpa capim. Piscicultura. Anestésicos.

Legendas

    1. Estudante
    2. Orientador