Artigo

TÉCNICAS DE HERBORIZAÇÃO E IDENTIFICAÇÃO DAS ESPÉCIES ARBÓREAS DE FLORESTA ESTACIONAL SEMIDECIDUAL DO ACAMPAMENTO DA IGREJA EVANGÉLICA LIVRE DE TOLEDO

RICHTER, Camila Palacio1; SILVA, Marizete Goncalves Da2;

Resumo

Introdução:A técnica de herborização consiste em coletar plantas vivas e férteis, secá-las nas devidas condições para que conservem da melhor maneira possível seus órgãos vegetativos e reprodutivos, para o estudo de botânica, por isso a importância de utilizar as técnicas de herborização de maneira adequada possibilitando assim a preservação dos espécimes em herbário por muitos anos.

Objetivo:Aprender as técnicas de herborização.

Metodologia:Este estudo foi realizado na borda do fragmento de floresta estacional semidecidual da Pontíficia Universidade Católica do Paraná, campus Toledo, onde foram feitas coletas e prensagem em campo, e depois no laboratório de botânica e herbário foram aplicadas as demais técnicas de herborização.

Resultados:Foram coletadas uma espécie de pteridófita, e três de angiospermas em fase reprodutiva, prensadas em campo, numa prensa de papelão, no laboratório de botânica o material foi trocado para uma prensa de madeira, colocada em uma estufa de circulação de ar forçada para secar durante três dias, após a secagem, foi realizada a montagem do material numa cartolina e seguida da identificação.

Conclusões:As técnicas de herborização são indispensáveis para trabalhos que envolvem pesquisa com plantas, tanto na área biológica, ou farmacêutica, ou agronômica, entre outras, pois o trabalho de campo associado com a parte de herbário/laboratório são essências para a preservação e identificação do espécime. Sendo de extrema importância depositar o material em um herbário registrado, obtendo assim uma numeração e usá-la na publicação seja de monografia ou artigo científico, dando confiabilidade na identificação e no resultado da pesquisa com planta.

Palavras-chave:Identificação. Herborização. Botânica.

Legendas

    1. Estudante
    2. Orientador