Artigo

PLANEJAMENTO FINANCEIRO PESSOAL

FREZ, Higor1; LOPES, Ricardo Dantas2;

Resumo

Introdução:Planejamento financeiro vai muito além do fato de poupar, pois exige que os indivíduos façam investimentos capazes de gerar renda futura. Em outras palavras, investimentos que possibilitem o equilíbrio econômico capaz da prevenção de eventuais crises ou imprevistos ao longo do tempo. A educação financeira, quando estudada e aplicada de forma correta, melhora a percepção individual acerca da atual situação financeira, adquirindo habilidades de planejamento, de decisões relacionadas aos financiamentos, bem como para fazer os devidos investimentos e realizar um consumo equilibrado.

Objetivo:Este estudo tem por objetivo discutir a importância do planejamento financeiro pessoal como ferramenta para a construção de patrimônio financeiro.

Metodologia:Segundo Gil (2010), a pesquisa em questão pode ser caracterizada, do ponto de vista de sua natureza como pesquisa básica. Já em relação à abordagem do problema, pode ser definida como qualitativa. Do ponto de vista de seus objetivos, a pesquisa é explicativa, isto é, identifica os fatores para a ocorrência dos fenômenos. Desse modo, do ponto de vista dos procedimentos técnicos, a pesquisa pode ser definida como bibliográfica, uma vez que é elaborada a partir de material já publicado. Para a realização deste trabalho foi necessário a realização de pesquisa para o levantamento de dados acerca do tema. O presente estudo utilizou de pesquisa bibliográfica em todo o seu desenvolvimento, foram consultados várias obras, de diversos autores que resultaram no referencial teórico. Sobre a pesquisa bibliográfica, Fachin (2006 p.120) a define como sendo “um conjunto de conhecimentos reunidos em obras de toda natureza. Tem como objetivo conduzir o leitor a pesquisa de determinado assunto, proporcionando o saber”. Gil (2002 p.44), complementa que ela “é desenvolvida com base em material já elaborado, constituído principalmente de livros e artigos científicos”.

Resultados:Por meio da pesquisa verifica-se que uma considerável parcela dos brasileiros ainda não está pronta para lidar da melhor forma com seu dinheiro. Deve-se adotar mecanismos contra o consumismo desorganizado e alterar o foco para o controle, que leva a uma postura de gastar menos. A mudança é difícil e precisa de conhecimentos sobre juros, inflação, investimentos, dentre outros. Além disso, é recomendável que os consumidores passem a ver o controle do orçamento como aspecto importante na construção de um patrimônio financeiro.

Conclusões:O planejamento financeiro pessoal parte da análise de aspectos econômicos, visando auxiliar no gerenciamento de finanças. Diante dessa perspectiva conclui-se que seu uso adequado é importante, visto que ter o controle dos ganhos e gastos é fundamental para o equilíbrio econômico, para que, deste modo, consiga-se exercer a atividade de poupar e acumular riquezas.

Palavras-chave:Finanças pessoais. Economizar. Investir. Poupar.

Legendas

    1. Estudante
    2. Orientador