Artigo

Presença de espaços públicos de lazer para a prática de atividade física e indicadores sociodemográficos: comparação entre as cidades de Curitiba e Florianópolis

COCO, Thamires Gabrielly Dos Santos1; HINO, Adriano Akira Ferreira 2;

Resumo

Introdução:Nas últimas décadas, as DCNT têm representando um dos maiores agravos a saúde pública em diversos países e as mesmas são derivadas de fatores modificáveis como a má alimentação e a inatividade física. Diversos estudos relatam o benefício da prática de atividade física para a saúde. Os espaços públicos de lazer por possuírem baixo custo e até mesmo custo zero são estratégias importantes para incentivar a prática de AF, combatendo a inatividade física e ainda melhorar a saúde da população.

Objetivo:Verificar a associação da presença de espaços públicos de lazer para a prática de atividade física, indicadores sociodemográficos e do ambiente nas cidades de Curitiba e Florianópolis.

Metodologia:O presente estudo possui delineamento transversal de caráter observacional1, sendo realizado em duas capitais do sul do Brasil, Curitiba e Florianópolis. Na cidade de Curitiba foi selecionada uma amostra dos espaços públicos de lazer (500) e a partir dos mesmos foram selecionados os setores censitários que fariam parte do estudo (1212). Em Florianópolis foram avaliados todos os espaços públicos de lazer, sendo assim todos os setores censitários da cidade entraram para a amostra (643). A renda do setores censitários e as caraterísticas do ambiente foram obtidas pelo IBGE em ambas as cidades. Foi utilizado o teste estatístico de qui-quadrado para apresentar a associação entre a variável independente e as variáveis dependentes. Levando em consideração a significância em 95%.

Resultados:Podemos observar que enquanto a renda do setor aumenta a presença de EPL também aumenta e essa relação é significativa em Curitiba (p=0,012) e Florianópolis (p=0,008). De forma geral as cidades não apresentam uma relação significativa quando se trata das iniquidades e do conforto do ambiente e a presença de EPL.

Conclusões:Em ambas as cidades os espaços públicos de lazer não são distribuídos igualmente de acordo com a renda do Setor Censitário. O mesmo acontece com as características do ambiente comunitário, esse perfil retrata as cidades de Curitiba e Florianópolis.

Palavras-chave:

Legendas

    1. Estudante
    2. Orientador