Artigo

POR QUE SER PROFESSOR? HISTÓRIAS DE VIDA DE PROFESSORES DA EDUCAÇÃO SUPERIOR

FRANCA, Luana Fernandes de1; VIEIRA, Alboni Marisa Dudeque Pianovski2;

Resumo

Introdução:A pesquisa investiga os motivos que levaram professores a optar pela docência, levando em consideração as motivações profissionais e pessoais, e analisando o contexto social, político e econômico em que eles estavam inseridos.

Objetivo:O objetivo geral foi investigar as motivações de caráter pessoal e profissional que levaram os professores a optar pela profissão, analisando a construção das disposições para a docência, a partir de sua história de vida. Como objetivos específicos: conhecer a história de vida de professores que atuam em escolas de Educação Superior, públicas e privadas, no município de Curitiba; investigar as motivações de cunho pessoal, político, social e econômico que levaram os docentes pesquisados a optarem pelo magistério como profissão; analisar a construção das disposições para a docência identificadas nos professores pesquisados; identificar as experiências educacionais de caráter pessoal consideradas relevantes pelos professores pesquisados.

Metodologia:A fundamentação teórica foi de acordo com os estudos de Bourdieu (1983), enquanto que para os procedimentos da história oral foram empregadas as orientações de Alberti (2005). A pesquisa utilizou o método da história oral, dando ao entrevistado a oportunidade, por meio de sua memória, de resgatar o passado, restaurando sua própria história, por experiências vividas, e dando mais ou menos relevância a determinados fatos de sua vida que afetaram a escolha pela docência. Foram realizadas entrevistas com 10 docentes da rede privada de Educação Superior de Curitiba.

Resultados:Na análise e discussão dos dados foi possível perceber que muitos professores que atuam na educação superior não têm o mesmo sentimento pela profissão se comparado aos professores da educação básica. Além disso, diversas foram as motivações que os impeliram à escolha pela docência.

Conclusões:Com base nos resultados obtidos ficou evidenciada a coerência da teoria de Bourdieu sobre habitus em relação à opção dos professores pesquisados pelo magistério. As estruturas sociais, econômicas, políticas e pessoais acabam influenciando na tomada de decisão sem que as pessoas se deem conta disso.

Palavras-chave:Docência. Formação de professores. Habitus. História oral.

Legendas

    1. Estudante
    2. Orientador