Artigo

POLÍTICAS PÚBLICAS EDUCACIONAIS NO PARANÁ NO PERÍODO 1946-1971: O COLÉGIO ESTADUAL BARÃO DO RIO BRANCO

SANTOS, Bianca Rosa dos1; VIEIRA, Alboni Marisa Dudeque Pianovski2;

Resumo

Introdução:O estudo apresentado está inserido na linha de pesquisa “História e Políticas da Educação” do Programa de Pós-Graduação – Mestrado e Doutorado da Pontifícia Universidade Católica do Paraná, em que se busca compreender como as políticas educacionais funcionavam do período de 1946 a 1971 e como aconteceu sua veiculação no Colégio Estadual Barão do Rio Branco, em Curitiba.

Objetivo:Como objetivo geral, busca-se identificar a relação das políticas públicas de educação com a formação dos professores e a instrução pública primária que se realizava no Colégio Estadual Barão do Rio Branco – Ensino Fundamental e Médio, em Curitiba, no período de 1946 a 1971. Nos objetivos específicos, procura-se: a) Identificar as influências das políticas nacionais sobre as políticas estaduais de educação no período 1946-1971; b) Identificar a relação das políticas nacionais e estaduais com a formação de professores no Paraná, no período estudado; c) Pesquisar como se deu a implantação das propostas então veiculadas em âmbito nacional, no Colégio Estadual Barão do Rio Branco – Ensino Fundamental e Médio, segundo os documentos escolares e o testemunho de professores que as vivenciaram.

Metodologia:Para poder compreender melhor todo processo, foi utilizada pesquisa bibliográfica, como Cunha e Cunha (2002) Gisi (2003), Martins (2004), Souza (2006), Vieira (2010), trazendo conceitos de autores envolvidos no assunto, e pesquisa documental, em busca de informações para análise.

Resultados:Por meio das leituras e análise dos documentos encontrados, sendo ata de professores trazendo o desempenho dos alunos em suas classes, ponto de trabalho do corpo docente, como professores, diretores, secretários, auxiliares, serventes, e por fim, o regimento do Colégio, trazendo todas as informações compostas em toda sua proposta para a sociedade, pode-se perceber que o Colégio Estadual Barão do Rio Branco tinha o propósito de oferecer um ensino de boa qualidade a todos, podendo fazer da educação transformadora para que todos pudessem tê-la da mesma forma. Acerca da formação como bom cidadão, também era uma das prioridades para que os professores e todos os envolvidos nas atividades pudessem atuar e fazer parte do grupo durante o período.

Conclusões:Desta forma, as políticas públicas apresentaram grandes oportunidades para o ensino dos educados, enquanto frutos da aprendizagem, buscando torná-los mais ativos, reflexivos e autônomos durante suas ações em diferentes situações e as exigências que a sociedade, dita moderna, que o período exigia. Assim, pode-se perceber que todo corpo docente era capacitado para exercer sua profissão a partir das exigências do Colégio, podendo trazer grande contribuição e experiências para outras pessoas, assim como os alunos também, podendo torná-los mais reflexivos, autônomos para que tivessem uma formação de qualidade. Portanto, é necessário continuar com implementações das políticas públicas, pois seu papel é muito importante dentro da sociedade, onde a partir de suas regras, está buscando melhorias para a educação.

Palavras-chave:Políticas públicas educacionais. Formação de professores. Colégio Estadual Barão do Rio Branco.

Legendas

    1. Estudante
    2. Orientador