Artigo

COLETA E ANÁLISE DOS DADOS DE UMA COOPERATIVA DE AGRONEGÓCIOS PARA IDENTIFICAÇÃO DO PROCESSO DE IDENTIDADE INSTITUCIONAL

COSTA, Aline Anastacio1; WEYMER, Alex Sandro Quadros2;

Resumo

Introdução:Na sociedade contemporânea o verdadeiro valor de uma cooperativa está contido nos seus ativos intangíveis, que na maioria dos casos reside nos seus colaboradores e proporcionam a base fundamental do sucesso organizacional (DELFINO; LAND; RUFINO, 2010).

Objetivo:Analisar o processo de formação de identidade institucional de três cooperativas de agronegócios a partir da percepção de gestores. O recorte teórico pauta-se na abordagem intersubjetiva da realidade construída socialmente (MACHADO-DA-SILVA; NOGUEIRA, 2000), bem como na literatura especializada sobre comprometimento afetivo, normativo e calculativo (MEYER; ALLEN, 1997).

Metodologia:Para atingir o objetivo foi desenvolvido um roteiro de entrevista semiestruturado aplicado a três gestores de diferentes cooperativas de agronegócios do estado do Paraná, PR. Após a coleta dos dados, as entrevistas foram transcritas integralmente e, na sequência, foi realizada uma análise de conteúdo que permitiu relacionar as categorias de análise que foram previamente definidas com base na literatura especializada.

Resultados:Foi possível concluir que a construção da identidade institucional depende do comprometimento afetivo por parte do cooperado, devido à compatibilidade de valores e, por consequência, da construção de significados compartilhados a partir da internalização das expectativas organizacionais. Nesse estudo de caso, o comprometimento afetivo foi identificado como uma ponte para a identidade ser construída, uma vez que a afetividade significa acreditar e compartilhar dos mesmos valores e crenças das cooperativas.

Conclusões:Uma importante ressalva que merece estudos mais aprofundados sobre o tema, é que apesar de as organizações cooperativas se diferenciarem de outras organizações não cooperativas pela expectativa de identificação dos funcionários com a organização, as pressões ambientais são as mesmas e elas competem pelos mesmos clientes e recursos, sugerindo a hipótese que o comprometimento instrumental estaria presente em ambos tipos de organizações, já que muitos comportamentos são condicionados por uma lógica de troca de interesses entre indivíduos e organizações, independente se são cooperativas ou não.

Palavras-chave:Identidade Institucional. Comprometimento. Cooperativismo.

Legendas

    1. Estudante
    2. Orientador