Artigo

INFLUÊNCIA DO GESSO AGRÍCOLA NA PRODUTIVIDADE E CARACTERÍSTICAS BROMATOLÓGICAS DE TIFTON 85

CARVALHO, Meire Cristina1; BARROS, Igor Matheus Boganika3; CORADIN, Lucas Antonio3; MATTOS, Maria De Fátima Da Silva3; VEDOVATTO, Pedro Henrique3; SILVESTRIN, Aline Roberta De Carvalho2;

Resumo

Introdução:O capim Tifton 85 é um hibrido F1, obtido pelo cruzamento de gramíneas do gênero Cynodon, tendo alta produtividade de matéria seca, com alta digestibilidade e alta produtividade, resistente ao frio e a seca, e muito exigente em fertilidade do solo. Com a aplicação do gesso agrícola atuando com condicionador do solo, é possível reduzir o efeito tóxico do alumínio e aumentar a quantidade de cálcio e enxofre no solo, proporcionado o desenvolvimento das raízes em camadas mais profundas e o acesso à água e nutrientes.

Objetivo:O objetivo deste estudo é avaliar a influência da aplicação do gesso agrícola na produção de matéria fresca e seca da parte aérea e raiz de Tifton 85 (Cynodon spp. cv), assim como as possíveis alterações nas características bromatológicas da forrageira.

Metodologia:O experimento foi implantado na Fazenda Experimental Gralha Azul, que pertence a Pontifícia Universidade Católica do Paraná, localizada no município de Fazenda Rio Grande, PR, no cultivo de verão 2016/2017 e conduzido em estufa com irrigação regular. O solo é classificado como um Cambissolo, de textura argilosa e boa drenagem. Os tratamentos utilizados foram cinco doses de gesso agrícola (dose 1, dose 2, dose 3, dose 4 e dose 5) e testemunha, conforme a análise química do solo (anexo 1), considerando dois fatores que são: Solo de alta fertilidade e solo de média fertilidade. O solo e o gesso de cada tratamento foram homogeneizados em baldes e colocados em sacos plásticos com dimensões de 0,60 metros de altura e com diâmetro de 0,15 metros, na sequência foram plantadas mudas da forrageira. O 1° corte foi realizado 60 dias após o plantio e o segundo corte com 60 dias de diferença do 1°. O material foi secado em estufa a 60° e encaminhado ao laboratório de bromatologia da Usina Piloto, na PUCPR para determinação de MS, RM, EE, PB e FDN. Os dados de cada tratamento foram submetidos à análise de variância (ANOVA) e as médias comparadas pelo teste de Tukey (p? 0,05).

Resultados:Os resultados demonstraram que os tratamentos com diferentes doses de gesso agrícola tiveram efeito positivo na produção de matéria verde, no 1° corte e no total acumulado (1° e 2° corte), quando associado a solo de alta fertilidade na dose de 8.000 kg ha-¹. Na produção de matéria seca e composição bromatológica de Tifton 85, o gesso agrícola não teve influência na produção.

Conclusões:O gesso agrícola apresentou melhores resultados quando testado em combinação com adubos minerais NPK, mas não resultou em diferenças na qualidade nutricional da pastagem.

Palavras-chave:Matéria seca. Pastagem. Gessagem agrícola.

Legendas

    1. Estudante
    2. Orientador
    3. Colaborador