Artigo

AVALIAÇÃO ELETROCARDIOGRÁFICA DE CÃES NO PRÉ-OPERATÓRIO

SILVEIRA, Solimar Dutra da1; HILLESHEIN, Ingridt Drescher3; MEIRELLES, Andrea Christina Ferreira2;

Resumo

Introdução:O eletrocardiograma é considerado um instrumento essencial na avaliação clínica de pacientes cardiopatas, sendo possível através dele, determinar a origem e a frequência do impulso, bem como os distúrbios de condução.

Objetivo:Este trabalho teve como objetivo avaliar a frequência e os tipos de anormalidades eletrocardiográficas presentes no exame pré-operatório de cães atendidos no setor de cirurgia da Clínica Veterinária Universitária da Pontifícia Universidade Católica do Paraná – PUCPR, campus Toledo e estudar a sua correlação com a presença de enfermidade cirúrgica, sexo, peso e idade do animal.

Metodologia:Foram avaliados aleatoriamente 30 cães advindos da região metropolitana e rural de Toledo, PR, encaminhados ao setor de cirurgia da Clínica Veterinária Universitária da PUCPR, de setembro de 2016 a junho de 2017. Inicialmente, foi registrada a resenha com dados referentes às características físicas do animal (raça, idade, peso, sexo), seguida de anamnese, visando obter informações a respeito da função cardiovascular e estado geral do paciente, além da enfermidade cirúrgica, feito isso, prosseguiu-se o exame físico geral. Posteriormente, realizou-se o eletrocardiograma com o equipamento padronizado para sensibilidade de 1 cm para cada milivolt (mV) e registro na velocidade de 50 mm/s, nas derivações bipolares e unipolares aumentadas de membros, com o animal posicionado em decúbito lateral direito e os membros perpendiculares ao corpo e paralelos entre si.

Resultados:Verificou-se que as alterações eletrocardiográficas são frequentes no pré-operatório e sua ocorrência é independente de idade, raça, porte e sexo do animal, sendo os achados mais frequentes: arritmia sinusal respiratória (30%), fibrilação atrial (16,7%), taquicardia sinusal (10%), aumento na amplitude da onda R (10%) e infradesnivelamento de segmento ST (10%).

Conclusões:Desta maneira, a eletrocardiografia mostrou ser um método diagnóstico auxiliar de grande importância no pré-operatório de cães, garantindo maior segurança anestésica e menor risco de complicações cardiovasculares.

Palavras-chave:Eletrocardiograma. pré-cirúrgico. Animais de companhia.

Legendas

    1. Estudante
    2. Orientador
    3. Colaborador