Artigo

LEVANTAMENTO ICONOGRÁFICO DAS CASAS RESULTANTES DAS POL͐TICAS HABITACIONAIS EM CURITIBA, PR E REGIÃO ENTRE 1923-1964

KUNZ, Jessica Cristina1; CORREIA, Beatriz Silva2;

Resumo

Introdução:O estudo dá continuidade ao plano de pesquisa científica de origem “Política habitacional da moradia Digna: estado da arte”, tendo como base para o desenvolvimento, a constituição do direito à moradia digna alicerçado nas políticas habitacionais da cidade de Curitiba-PR, no período entre 1923 (criação de caixas de aposentadoria e pensões para os empregados das empresas de estrada de ferro) a 1964 (criação do Banco Nacional de Habitação, BNH), ambos marcos históricos importantes na história da habitação social no Brasil.

Objetivo:a) por intermédio de levantamento iconográfico – projetos de arquitetura e imagens fotográficas - das habitações projetadas e construídas a partir dos programas governamentais, no recorte histórico selecionado, em Curitiba, dar continuidade ao plano de pesquisa científica de origem; b) elucidar os fatos arquitetônicos originados daqueles programas habitacionais; c) em conjunto com o Estado da Arte do projeto de origem, elaborar novos artigos científicos; d) desenvolver um acervo online, em conjunto com o projeto paralelo “Levantamento iconográfico das casas resultantes das políticas habitacionais em Curitiba, PR e região entre 1965 e 2015”.

Metodologia:buscando reunir material necessário para um levantamento e revisão iconográfica, a procura por livros, produções acadêmicas e revistas, entre outros, foi feita a verificação dos elementos físicos remanescentes objeto de maior relevância no desenvolvimento do trabalho. A pesquisa qualitativa se sucedeu com a interpretação, recolhimento e classificação de informações e descrições. Foram considerados levantamentos gráficos e de imagens, que estão postados no website, um dos produtos da investigação, o qual servirá de acervo online, disponibilizando um maior volume de informações sobre conjuntos habitacionais em Curitiba, volume este bastante limitado pelas determinações de dimensão do presente artigo. Foram selecionados os locais que definiram o levantamento bibliográfico, e também localizados os conjuntos de moradias, produtos das políticas habitacionais do recorte histórico, dando início ao levantamento iconográfico.

Resultados:Uma tabela resumo foi desenvolvida para demonstrar o interesse dos pesquisadores, bem como as pesquisas estão sendo conduzidas no Brasil. Os resultados foram divididos em três etapas: na primeira apresenta-se o estudo e levantamento de casas ferroviárias, na segunda, demonstra-se o levantamento e estudo de habitações coletivas e na terceira, apresenta-se o acervo online, produto final da pesquisa.

Conclusões:foi possível observar que, apesar da grande importância no desenvolvimento da habitação social no Brasil, os programas habitacionais não conseguiram satisfazer o déficit habitacional. Conclui-se, portanto, que as habitações operárias e os apartamentos - apesar da qualidade projetual, arquitetônica e espacial daqueles empreendimentos - representam uma solução apenas paliativa se for considerado um nível quantitativo - e se configuraram mais em uma forma de manipulação de espaços e funções imposta pelas classes dominantes.

Palavras-chave:Habitação popular. Conjuntos Habitacionais. Políticas habitacionais. Distribuição habitacional.

Legendas

    1. Estudante
    2. Orientador