Artigo

O USO DE SOFTWARE PARA A ANÁLISE DE DADOS QUALITATIVOS NAS PESQUISAS EM EDUCAÇÃO

VALOTO, Daniel De Souza1; VOSGERAU, Dilmeire Sant Anna Ramos2;

Resumo

Introdução:A Pesquisa Científica é uma das mais incomensuráveis fontes produtoras de conhecimento observadas atualmente uma vez que gera, aplica e divulga novas descobertas que contribuem para a sociedade nos mais variados campos. Para se obter um estudo científico relevante, o pesquisador precisa ser bem preparado para apresentar as informações de sua pesquisa com qualidade e credibilidade, fazendo-se necessário o uso de metodologias efetivas para alcançar seus resultados. Neste âmbito, os Polos de Práticas Metodológicas constituem a metodologia em eixos que estruturam investigações de forma mais efetiva, proporcionando resultados mais significativos. Um destes polos, o polo técnico, relaciona-se com a coleta e análise de dados. Esta última por sua vez, possui notória importância no processo investigativo e atualmente existem variadas ferramentas tecnológicas que auxiliam seu processamento.

Objetivo:Esta pesquisa teve por objetivo verificar nos Programas de Pós Graduação em Educação (PPGE) com conceito 5 ou 6, as disciplinas que apresentaram ao menos um dos Polos de Prática Metodológica em suas ementas por meio de codificação, a fim de constatar a abordagem desta temática nos PPGEs. Ainda, nas disciplinas codificadas no polo técnico, pretendeu-se verificar a oferta e aplicabilidade de disciplinas que explorem o uso de software para a análise de dados qualitativos.

Metodologia:Para o desenvolvimento desta pesquisa foram utilizadas revisões bibliográficas e sistemáticas a respeito dos polos da Prática Metodológica e sobre o uso de softwares de análise de dados qualitativos. Foram coletados dados da Plataforma Sucupira da Capes de 2752 disciplinas que se enquadravam nas delimitações da investigação e estes dados foram analisados e codificados através do software Atlas.Ti.

Resultados:A partir da análise dos dados coletados, verificou-se que 50,19% das disciplinas apresentaram conteúdo metodológico em suas ementas. Ao codificar estas disciplinas nos quatro polos, foi apurado que 39% destas classificam-se no polo técnico. Deste polo iniciou-se a análise quanto a presença de bibliografia que explorasse softwares de análise de dados qualitativos, o que inicialmente foi observado em apenas 19% das disciplinas ofertadas, resultado que pode sofrer alterações à conclusão total da investigação.

Conclusões:Fundamentado nas informações obtidas, concluiu-se que que metade das disciplinas ofertadas pelos PPGEs possuem enfoque metodológico, resultado que indica o quanto as Universidades se preocupam com a formação analítica dos pesquisadores que estão formando. Entretanto, o baixo número de disciplinas que apresentaram perspectiva quanto a softwares de análise de dados qualitativos verificados até aqui, evidenciaram a necessidade de intensificar esta abordagem nas instituições, uma vez que estes softwares são de suma importância para a produtividade na análise de dados.

Palavras-chave:Metodologia. Software. Análise de dados. Pós-graduação

Legendas

    1. Estudante
    2. Orientador