Artigo

USO DA MINERAÇÃO SEMÂNTICA PARA AVALIAÇÃO DO PROCESSO DE TRATAMENTO DE PACIENTES

PEREIRA, Ramon Martinez1; SANTOS, Eduardo Alves Portela2;

Resumo

Introdução:Este projeto utiliza das técnicas de mineração de processos para coletar informações sobre o desenvolvimento do tratamento de pacientes com diagnóstico de Ataque Vascular Cerebral de hospitais da região de Joinville, no estado de Santa Catarina. As etapas desenvolvidas consistem na adequação e preparação da base de dados dos hospitais para a análise através do método de mineração de processos, bem como na análise e diagnóstico deste processo.

Objetivo:Os objetivos do trabalho são: Identificar informações necessárias a serem extraídas dos sistemas de informação hospitalares de forma a possibilitar o uso da mineração semântica de processos; Identificar ferramentas e algoritmos de mineração semântica de processos relevantes para o presente projeto; Aplicar a técnica de mineração semântica de processos, com foco na descoberta, para analisar o processo de tratamento de pacientes com AVC; Diagnosticar o processo analisado.

Metodologia:Para a importação dos dados nos softwares utilizados para a mineração de processos é necessário que os casos sejam organizados em instâncias, ou seja, réplicas com características próprias oriundas de um modelo padrão. Para isso, seleciona-se as características relevantes para a análise posterior. Exemplos, neste caso, de características relevantes são tabagismo, prática de atividades físicas, entre outros. A base de dados utilizada é subdividida em prontuários. Cada linha representa um caso de atendimento, ou seja, as instâncias; e as colunas representam os atributos. Os eventos são gerados utilizando as atividades que possuem registro de data e hora. Com a etapa de preparação concluída é realizada a importação dos dados e o programa gera um fluxograma do processo baseado nos dados brutos. Para a eliminação de informações incoerentes e facilitação na análise e interpretação do processo em questão filtros são aplicados.

Resultados:Após a preparação obteve-se o mapa de processo que representa o atendimento de pacientes com sintomas de AVC. Além deste o software apresenta diversas caraterísticas pertinentes ao processo em questão. Algumas destas características são o tempo médio e mediano entre cada registro de evento. Um outro aspecto de análise que o programa Disco apresenta é o agrupamento de características comuns aos pacientes em questão. Através da aba Statistics é possível verificar, por exemplo, o meio de transporte mais utilizado, a quantidade destes que praticava atividades físicas regularmente e se os mesmos faziam uso de álcool regularmente, entre outros.

Conclusões:A mineração de processos se mostra um método extremamente eficiente para a análise de dados temporais. Entretanto, um dos requisitos primordiais para a utilização deste método é a definição dos requisitos. As mesmas informações podem ser reordenadas, ocasionando em diferentes resultados. Uma das maiores dificuldades está em selecionar qual informação é ou não relevante para a análise do processo de tratamento de pacientes com AVC.

Palavras-chave:Mineração processos. Processos de saúde. Tratamento de pacientes. AVC.

Legendas

    1. Estudante
    2. Orientador