Artigo

AS TÉCNICAS DE MELHORAMENTO GENÉTICO PODEM REPRESENTAR UMA AMEAÇA A AUTENTICIDADE [LIBERDADE] HUMANA?

VIANA, Ketlen1; MENDES, Geovani Viola Moretto2;

Resumo

Introdução:A pesquisa desenvolvida tem como tema proposto, discutir como as técnicas de melhoramento genético podem representar uma ameaça à autenticidade (liberdade) humana. O projeto consiste em avaliar as consequências, no âmbito comportamental, causadas por intervenções técnicas de manipulação genética, bem como propostas para prolongamento da vida, abordando para tanto, questionamentos éticos, a fim de instigar a reflexão acerca dos avanços obtidos através da tecnologia e seus possíveis resultados negativos no que se refere à autonomia e autenticidade biológica e existencial.

Objetivo:Desta forma, este estudo propõe expandir o entendimento, acompanhando diligentemente os avanços globais e as ameaças por ele representados, pautando-se especialmente nos conceitos do filósofo alemão Hans Jonas que afirma ser uma imprescindibilidade a adesão à uma nova ética, esta devendo ser um princípio concomitante à todos procedimentos técnicos que possam representar resultados trágicos e irreversíveis.

Metodologia:Nessa pesquisa serão discutidas a aplicação da techne no domínio humano e a sua problemática do ponto de vista ético em diferentes situações, a começar pelo prolongamento da vida(1), que sempre foi um desejo da humanidade e parece que se tornou viável devido aos progressos alcançados na biologia celular. O controle de comportamento(2), neste caso, mesmo as intervenções da techne – que parecem ser algo com fins defensáveis e até mesmo louváveis, colocam em risco os direitos e a dignidade humana, dificultando o estabelecimento do limite ou viabilidade de tais técnicas. A manipulação genética(3), tal projeto possui maior complexidade, pois além de visar o controle da espécie, também quer melhorá-la e modificá-la.

Resultados:Hans Jonas propõe um formato de precaução ante o poder adquirido pelo homem por meio da técnica, constatando dessa forma possíveis malefícios futuros no que tange a autenticidade humana, prevenindo assim a continuidade da espécie em sua originalidade.

Conclusões:Isto posto, considerando a ameaça de desintegração da essência humana, percebe-se o caráter emergente de associação de uma nova ética adaptada a novos tempos, proposta por Hans Jonas, aliada às intervenções genéticas atuais, a fim de garantir a legitimidade humana nas futuras gerações.

Palavras-chave:Hans Jonas. Ética. Técnica. Melhoramento genético. Autenticidade.

Legendas

    1. Estudante
    2. Orientador