Artigo

JESUS AGE COM MISERICÓRDIA DIANTE DA MULHER ADÚLTERA UM ESTUDO DE JO 7,53–8,11

REZINO, Solange Farias1; PERONDI, Ildo2;

Resumo

Introdução:A perícope da Mulher Adúltera é um relato que foi integrado ao evangelho de João (7,53-8,11), mas pelo seu estilo e conteúdo o texto é mais parecido com dos sinóticos especialmente do evangelista Lucas. O episódio relata o flagrante de uma mulher pega em adultério, levada pelos doutores da Lei até Jesus para julgamento e, conforme a Lei de Moisés, deveria ser apedrejada (Dt 22,22).

Objetivo:O objetivo desta pesquisa é estudar o texto bíblico, compreender a situação das mulheres e as penalidades da lei judaica aos réus de adultério na época de Jesus e analisar o impacto da atitude de Jesus perante sociedade judaica e a atitude de Jesus com a mulher. Por fim, atualizar a passagem bíblica para os dias atuais.

Metodologia:Para realização desta pesquisa foi utilizada a metodologia de análise e interpretação de textos, privilegiando elementos do método Histórico Crítico e os seus elementos essenciais.

Resultados:O tribunal montado pelos escribas para acusar Jesus coloca-o em um dilema: se ele pede clemência, contraria a Lei de Moisés; e se aprova o apedrejamento contradiz a sua própria pregação. No entanto, Jesus se desfaz da cilada respondendo aos acusadores que aquele que não tiver pecado, que atire a primeira pedra. Condenados pela própria consciência, saem um a um a começar pelos mais velhos. Jesus dialoga com a mulher, que não foge, aguarda ele pronunciar a seu respeito. Jesus oferece uma nova vida, dizendo que ele não a condena, pede para ela ir e não mais pecar.

Conclusões:O posicionamento de Jesus diante desse drama, provoca diversas reflexões: ensina-nos que a vontade de Deus está acima da Lei, que todos somos pecadores, por isso, incompetentes para julgar e condenar alguém à morte. Jesus não veio para condenar mas sim salvar.

Palavras-chave:Mulher. Pecado. Adultério. Julgamento. Perdão.

Legendas

    1. Estudante
    2. Orientador