Artigo

A IDEIA DE PROGRESSO EM KANT

Souza, Anderson Schulter de1; PEREIRA, Jose Aparecido2;

Resumo

Introdução:O itinerário intelectual de Kant se desenvolveu num período no qual as ciências e, sobretudo, a filosofia se encontram num contexto de grandes debates e discussões. Por conta disso, a sua filosofia refletiu as grandes questões de seu tempo relacionadas ao campo da filosofia e da ciência, levando-o a não permanecer indiferente e alheio em relação a dois grandes problemas: o problema do conhecimento e a busca por um princípio supremo que se constituísse como fundamento para a ação moral.

Objetivo:O objetivo dessa pesquisa é compreender os elementos que fundamentam a ideia de progresso em Kant, tendo como fundamentação teórica os textos que tratam sobre esse assunto.

Metodologia:A nossa pesquisa seguiu os seguintes procedimentos metodológicos: leitura, análise e interpretação dos textos de Kant e também de seus estudiosos.

Resultados:A ideia de Kant é que pela experiência não é possível encontrar uma solução para o problema do progresso. Segundo ele, a resolução para essa questão se encontra no apontamento para uma experiência que tenha valor de signo com uma potência demonstrativa. Faz-se necessário isolar no interior da história um acontecimento que terá valor de signo. Kant faz alusão a um signo histórico que possa demonstrar a tendência do gênero humano em sua globalidade. Assim, a causa estaria sempre atuando e o progresso abarcaria toda a humanidade, ou seja, signo da existência de uma causa permanente que ao longo do processo histórico conduziu os homens pelo caminho do progresso. Desta forma, no entender de Kant, o acontecimento que demonstra se a humanidade está em progresso será um signo rememorativo (atuou outras vezes), demonstrativo (atua no presente) e prognóstico (atua no futuro).

Conclusões:Para Kant, a condição para que o processo histórico não se converta em um caos de acontecimentos sem sentido e significados é se estes acontecimentos se constituírem como a manifestação de autonomia da vontade, ou seja, se existir a possibilidade da razão conduzir e guiar o progresso da espécie. Se não for assim, os acontecimentos históricos serão desprovidos de sentido e o gênero humano não estará propenso a progredir para o melhor.

Palavras-chave:Kant. Razão. Progresso. História.

Legendas

    1. Estudante
    2. Orientador